Eventos da PÓS-GRADUAÇÃO/CEFOR/CÂMARA DOS DEPUTADOS, IX Jornada de Pesquisa e Extensão

Tamanho da fonte: 
A DIMINUIÇÃO DO APOIO AO GOVERNO TEMER NA CÂMARA
Marcos Regis Pinon

Última alteração: 2018-07-13

Resumo


Ao assumir o poder após o impeachment da ex-presidente Dilma, o presidente Michel Temer possuía grande apoio parlamentar, que pôde ser verificado nas medidas implementadas no primeiro ano de seu governo. Entretanto, um ano após tomar posse como presidente, o áudio de uma conversa com o empresário Joesley Batista, vazado em 17 de maio de 2017 pelo Jornal O Globo, aproximadamente um ano após sua posse como presidente, pode ter sido determinante para a perda de parte desse apoio parlamentar, o que inviabilizou a implementação de outras medidas pretendidas, sendo a principal delas a Reforma da Previdência. Este estudo foi realizado com o objetivo de tentar encontrar evidências que pudessem demonstrar a perda de apoio parlamentar na Câmara dos Deputados pelo governo Temer no seu segundo ano de mandato em relação ao primeiro ano. Para isso, foi feito um levantamento das votações nominais ocorridas no plenário da Câmara dos Deputados nos dois primeiros anos de mandato, a fim de realizar uma comparação entre os dois períodos. Foi identificado o total de votos alinhados com a orientação dada pela Liderança do Governo e calculada a média de votos obtidos em cada período.


Palavras-chave


Temer; Apoio; Votação; Câmara.

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.